9/18/2008

Diana Ross, a grande diva da música




Diana Ross em início de carreira solo e com as Supremes, grupo vocal que a revelou para o mundo.





Diana Ross,nascida em Detroit, Michigan, nos Estados Unidos da América, em 26 de março de 1944, é a segunda filha do operário Fred Ross e da professora Ernesthine Earle Ross, casal que teve três filhas e três filhos. Mas quem teve o dom de cantar e encarar a carreira artística foi Diana. Tudo começou em 1959, quando ela formou seu primeiro grupo vocal, The Primettes, com as amigas Barbara Martin, Florence Ballard e Mary Wilson. Entre uma apresentação e outra em festinhas locais o conjunto assinou com a gravadora Montown, em 1961, e o nome foi mudado para The Supremes, que fez fama no decorrer da década de 1960.
Mas, quem se destacava no grupo Supremes era a vocalista Florence Ballard, considerada uma excelente cantora. Porém, Ballard tinha um sério problema de alcoolismo e depressão profunda, por isso foi substituída por Cindy Birdsong, em 1967. Depois ela tentou a carreira solo e chagou a gravar discos, mas a decadência estava decretada, e ela morreu pobre e esquecida em consequência de uma trombose. Mãe de três filhos, Ballard chegou a perder a casa onde morava, e isso fez com que a saúde da ex-vocalista das Supremes sofresse recaídas sobre recaídas. O jornalista Rchie Unterberge a considerou o fato como uma "das maiores tragédias do rock".
The Supremes foi um grupo que emplacou dezenas de sucesso entre 1963n e 1967, mas com Diana Ross se destacando nos shows e nas gravações dos discos, em 1967 passou a se chamar-se Diana Ross and The Supremes. Para se ter uma idéia do sucesso do conjunto, em 1963 e 1967, as meninas chegaram 12 vezes ao primeiro lugar das paradas de sucesso. Em janeiro de 1970, Diana deixou o grupo e partiu para uma bem sucedida carreira solo, fazendo sucesso logo na primeiro gravação, com Ain't no Mountain High Enough.

Naquele período, a cantora negra que se tornou a diva do soul, pop e R&B, também trabalhou no cinema, num papel de grande responsabilidade, interpretando a imortal Billie Holliday no filme Lady Sings The Blues, no qual foi também premiada pela trilha sonora. Perpetuando seu nome, Diana também gravou um disco em dueto com Marvin Gaye., cantor negro que foi morto pelo próprio pai, que lhe deu um tiro de revolver depois de sofrer ameaças de agressão por parte do filho.
Em 1975, Diana Ross apareceu em outro filme de sucesso, Mahogany, cujo tema, You Know Where You'Re going To? também alcançou o primeiro lugar nas paradas de sucesso, vendendo milhões de cópias no mundo inteiro.
No final dos anos 70, com a chegada da onda da discoteca, Diana Ross não se fez de rogada e gravou vários hits. Depois, assinou com a gravadora RCA, entrando em declínio e voltando para a Montown em meados dos anos 80.
A mulher Diana Ross teve duas filhas com o divulgador musical Robert Ellis Silberstein, dois filhos com o executivo norueguês Arne Naess Jr. (morto no ano 2000), e uma filha com o lendário Barry Gordy, fundador da Montown. Hoje, Diana Ross está mais recolhida e mas fazendo shows ainda bastante concorridos. Porém, em 2004, foi presa por dirigir embriagada e dirigir na contramão. No ano anterior havia se internado para se livrar do vícios das drogas e do álcool. Diana Ross é a diva, a lendária diva fonte de inspiração para todas as cantoras de R&B, soul, pop e blues. Continua a rainha de todos aqueles que a amam e reconhecem seu valor artístico.

PENSAMENTO
"Devemos sempre nos preparar para o fracasso. Isso torna ainda mais gratificante o sucesso" (Steven Spielberg).

Nenhum comentário: